quinta-feira, agosto 30, 2007

nº 15

Depois de um dia como outro qualquer, nada de mais, nada de menos, fiquei sem vontade de dormir por estar passando pela minha cabeça algumas coisas. Eu estava a ter idéias. Refleti um pouco sobre elas, como faço muitas vezes no decorrer de meus dias. Percebi que algumas delas não seriam viáveis para qualquer pessoa, não seria "popular", por assim dizer. Isso porque poucos poderiam entender, poucos poderiam compartilhar do mesmo entusiasmo ou, mais certamente, não dariam a mínima atenção. Poucos poderiam entender por conta da falta de cultura que assola essa minha querida cidadezinha e quase todo o Brasil. Falta de cultura, leia-se: Falta de vontade, falta de vergonha na cara de quem tem poder pra fazer alguma coisa, preguiça, estupidez, mesquinharia, egoísmo, safadeza, e tudo o mais de ruim que há. Esclarecendo, resumindo, finalizando: Como posso falar de coisas, idéias/ideais, de dever/fazer, de direitos, garantias, de arte, cultura, respeito, educação, prosperidade, moral etc... A uma maioria que vive longe disso, que nunca pensou nisso na vida, que não foi condicionada, formada pra pensar (principalmente), que vive por causa de problemas, muitas vezes essas pessoas são problemas, enfim... Como? Acho que não dá. Isso me causa um mal estar, uma tristeza que me deixa sem vontades. Ainda bem que meus pensamentos não param por ai.

Um comentário:

kuzkuz de Plutão disse...

Lhe digo mil vezes:
Perca a fé,a repreensão religiosa e a culpa espiritual.